Kunlaboro
Temas que constroem um Mundo Melhor!
Desde 25/03/2007 Estatísticas1027457 visitas.

Reciclagem: As novas relações com o Lixo

O reaproveitamento dos restos de produção industrial e do consumo urbano vem se impondo, em todo o mundo, como imperativo deste final de século para a conservação dos recursos naturais e a preservação do planeta. A reciclagem do lixo pressupõe uma mudança de atitudes frente à nossa maneira de consumir, produzir, descartar e nos relacionarmos no ambiente.

Se continuarmos produzindo, consumindo e
descartando sem cessar...
... onde iremos parar?

Resistir não é fácil. As facilidades do descartável e a tentação do consumo acabam incentivando um desperdício em escala alarmante.

Na maioria dos países europeus, onde a coleta seletiva já é um hábito incorporado há muito tempo pela população, a tendência atual é a de diminuir a quantidade de lixo gerado. Reduzir sua produção ainda é mais ecológico do que reciclá-lo. Lá, o cidadão paga pela quantidade de lixo que produz, e as embalagens biodegradáveis pagam menos do que as recicláveis. Também existe legislação determinando que as empresas sejam responsáveis pelo recebimento do seu produto depois de sua utilização pelo consumidor. Na Alemanha, por exemplo, uma carcaça de automóvel é de responsabilidade da sua montadora.

A solução para o lixo urbano passa pelo princípio dos três rs: reduzir a produção de lixo, reutilizar os materiais e, por fim, reciclar.

Pequenas atitudes no dia-a-dia podem fazer uma grande diferença.

Reduzir

"Preciclar" significa pensar antes de comprar. Metade do que se compra é pura embalagem, que, quase sempre, vai para o lixo.

Evitar adquirir produtos com papel plastificado, parafinado, metalizado (como os sacos de salgadinhos, por exemplo), pois eles não são recicláveis.

Escolher produtos embalados em material reciclável.

Só comprar o que for usar.

Reduzir o consumo de materiais que resultam em lixo tóxico, como é o caso das pilhas e de outros produtos.

Reutilizar

Reciclar

(1) Para saber mais, consulte: PIRES, 1997 - HÖEWELL, 1997
(2) Para saber mais, consulte: UFSC - CCA - Depto. Engenharia Rural

Fonte: Considerando mais o Lixo.
Grupo do Lixo. Florianópolis: Insular, 1999.

http://kunlaboro.pro.br/livros/considerando-mais-o-lixo/as-novas-relacoes-com-o-lixo